Em junho, Rio de Janeiro ganhará sofisticado restaurante de vegetais

Chef Daniel Biron

Cariocas e turistas da Cidade Maravilhosa se preparem. No início de junho, o restaurante Teva abrirá suas portas em Ipanema. Comandado pelo chef Daniel Biron, o local promete revolucionar o conceito de restaurante vegano. “Nosso posicionamento é muito diferente dos restaurantes veganos e vegetarianos do Rio e do Brasil”, garante o chef carioca, que se formou pela Natural Gourmet Institute, em Nova York, e já passou pela cozinha de restaurantes badalados, como o Candle Cafe, o Candle 79 e o Rouge Tomate, em Nova York, o bistrô vegano Gentle Gourmet Café, em Paris, e o Noma, em Copenhagen.

Além do horário de funcionamento, que será principalmente noturno, o Teva virá com um cardápio inovador. “A comida fugirá das feijoadas vegetarianas com arroz integral e dos bobós de shiitake. O restaurante será vegano sim, mas sem o estereótipo de comida natureba e sem militância pela causa animal. Seremos um restaurante de vegetais, não um restaurante vegetariano.

Casa Vegana: E qual será o prato mais cobiçado?

Daniel Biron: Estou trabalhando para que os pratos atendam a um público exigente e variado, por isso espero que todos fiquem gostosos e sejam valorizados. Não tem um prato especificamente melhor do que os outros. Todos serão preparados com alimentos frescos, orgânicos, sazonais, não industrializados e produzidos localmente, porque o que adoro é fazer com que as pessoas se surpreendam e digam que não sabiam que legumes e verduras podiam ser tão saborosos ou que sobremesas veganas podiam ir além de tortinha de banana integral e serem deliciosas sem leite, manteiga e ovos.

Toast com pesto e ricota vegana que será servido no Teva

CS: Você já definiu alguns pratos que entrarão no cardápio?

DB: Sim. Por exemplo, funghi e cogumelos cardoncello grelhados ao molho demi-glace, creme de cogumelos porcini com azeite trufado, cogumelos hiratake grelhados e palha de alho poró. E também toast de pão sourdough com tomates cereja, micro rúcula, pesto de manjericão e ricota de tofu; entre outros.

CS: Interessante! E qual será a faixa de preço de uma refeição?

DB: Ainda não está definida, mas a ideia é sempre entregar porções justas em relação aos preços no cardápio. E que as pessoas percebam o valor dos detalhes e dos ingredientes de primeira qualidade. O conceito não é ser um restaurante de comida popular, mas tampouco temos a intenção de elitizar e ser comida para poucos. Os preços de restaurantes estão cada vez mais altos no Rio e em São Paulo, e as porções em geral tem diminuído. Queremos trabalhar com consciência e equilíbrio, mas com foco total na satisfação e ótima experiência para os clientes.

CS: Em qual esquema os pratos serão servidos?

Os pratos serão servidos à la carte, como o mix de cogumelos orgânicos

DB: Nossa cozinha será internacional e contemporânea, sempre à la carte, servida em porções estilo tapas, para compartilhar, 100% vegetal e orgânica com muitas opções sem glúten e algumas crudívoras também.

CS: Você já cozinhou nos Estados Unidos, na França e na Dinamarca. O que você vai trazer dessas experiências para o Teva?

DB: Trarei referências e vivências gastronômicas dessas cidades maravilhosas que vivi para criar uma experiência prazerosa para todos, clientes e colaboradores, com comida vegetal bonita, saborosa e bem apresentada, sem os rótulos que perseguem esse segmento. Além disso, queremos ser profissionais e trazer essa visão de negócios com eficiência na cozinha e no atendimento, algo mais comum em cidades como Nova York e Paris, mas que infelizmente ainda somos muito carentes.

CS: Pra terminar. O que significa a palavra “teva”?

DB: Significa “natureza”, em hebraico, mas também significa deixar um legado, uma marca positiva, o que expressa nossa missão.

 

Endereço: Avenida Henrique Dumont, 110B – Ipanema – Rio de Janeiro
Inauguração: início de junho de 2016.
O horário exato ainda deverá ser definido, mas, segundo Daniel, já está pré-definido que o Teva abrirá somente para o jantar durante a semana. Aos sábados, abrirá tanto para o almoço quanto para o jantar. E, aos domingos, para brunch e jantar.
Clique aqui para falar com o chef Daniel Biron.

Anúncios

2 comentários sobre “Em junho, Rio de Janeiro ganhará sofisticado restaurante de vegetais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s