Por que os sintomas da rinite melhoram com a exclusão dos laticínios

UAinda tenho algumas crises de espirro quando sinto um cheiro muito forte, como perfumes (baratos e caros), ou quando entro em algum lugar com muita poeira e mofo. Mas, depois do veganismo, minha rinite melhorou uns 95,7%. E eu não fui abençoada com nenhum milagre, simplesmente deixei de comer queijos e de beber leite.

Não melhorei completamente porque a única coisa que nós, “riniteiros”, podemos fazer é controlar os sintomas. Isso se faz evitando os agentes causadores das crises alérgicas, como pó e perfume forte, tomando vacina, remédio ou eliminando os laticínios. Eu fiquei com a última opção (e também sou meio neurótica com o pó em casa), mas nunca ninguém tinha me falado sobre a relação entre rinite e alimentação. Aprendi sobre isso por acaso, escrevendo uma reportagem para a Revista dos Vegetarianos.

Por que leite e queijo pioram a rinite? 

O consumo de laticínios piora a rinite porque aumenta a produção de muco
O consumo de laticínios piora a rinite porque aumenta a produção de muco

O corpo produz muco por si só. O que é ótimo para a saúde, porque essa substância pegajosa serve para hidratar o pulmão, lubrificar o esôfago, reter e eliminar micro-organismos que entram pelas vias aéreas, entre outras coisas. Ou seja, em quantidades normais, o muco é uma mão na roda para o sistema imunológico.

O problema é quando o corpo começa a produzir muco demais. Isso pode acontecer quando a pessoa consome leite e derivados em excesso, por exemplo, pois os produtos lácteos causam um aumento na produção de muco ou engrossam o catarro existente. Além disso, me explicou a nutricionista Priscila Di Ciero, o leite tem muitas moléculas que conseguem atravessar e desequilibrar a mucosa intestinal.

O organismo entende então que essas moléculas são substâncias estranhas e, portanto, devem ser combatidas e eliminadas. “As reações subsequentes desencadeiam aumento de produção de muco. E isso se deve às proteínas encontradas no leite de vaca que passam para a circulação sem serem devidamente digeridas”.

Por que você nunca ouviu falar disso antes?

Colunista do Huffington Post e autora do blog Healthy Eating Rocks, a nutricionista americana Carole Bartolotto me disse que é possível ter uma melhora significativa da rinite depois de dois meses sem consumir nada de leite e derivados. E me contou porque até então eu nunca tinha ouvido falar dos malefícios dos laticínios.

O lobby da indústria leiteira é muito forte. Leite e derivados são mencionados de maneira positiva em textos acadêmicos nas faculdades de nutrição. Porém, essas pesquisas foram financiadas pela indústria leiteira, assim como conferências para profissionais da saúde. Como nutricionista, por anos fui inundada com informações e publicidade sobre os benefícios do leite. Por isso, sei que muitos médicos não têm informação suficiente para dizer que os laticínios fazem mal. Além disso, muitos deles não entendem o impacto que a alimentação tem na saúde e no desenvolvimento de doenças”.

E o cálcio?

De fato, a gente cresceu ouvindo que leite e derivados são as únicas fontes confiáveis de cálcio, nutriente fundamental para os ossos. Por isso, sempre fica a dúvida: se devo eliminá-los da minha alimentação para melhorar a rinite, como faço pra manter a saúde dos meus ossos?

O cálcio presente no brócolis é melhor absorvido pelo organismo do que o cálcio dos laticínios
O cálcio presente no brócolis é melhor absorvido pelo organismo do que o cálcio dos laticínios

Pra resumir: boas fontes de cálcio são tofu, amêndoa, agrião, brócolis, couve, gergelim, ameixa seca, aveia, lentilha, espinafre e açaí. O cálcio do brócolis, aliás, o organismo consegue absorver melhor até do que o cálcio dos laticínios.

 

Anúncios

16 comentários sobre “Por que os sintomas da rinite melhoram com a exclusão dos laticínios

  1. Já tinha percebido isso, mas nunca fui a fundo na eliminação do leite em minha vida. Amo queijo, de paixão, e amo leite em pó.
    Mas, vou fazer um esforço pra eliminar o que tanto me faz mal.
    Mesmo assim, foi de muito ajuda tudo o que li.

    Curtir

  2. Sempre acordei cansado, acordava e já começava a respirar. Fora isso, respirava muito pela boca, e mesmo sendo jovem, ativo, me sentia muito cansado! Em uma semana de dieta vegana, sem consumo de leite e derivados minha rinite melhorou demais, no mínimo uns 90%. Acho que mais do que se prender a o que médicos / blogs / propagandas falam, o mais importante é você TESTAR. Tente por uma semana e veja por si mesmo os benefícios na sua saúde e disposição.

    Curtir

  3. Olá,
    sou um bebedor de leite de vaca de 4,9 e até um 20 anos atrás consumia o leite sem industrializado; tenho alergia respiratória e venho me questionando a relação do muco com o leite, gosto muito dos derivados, mas essa semana comecei um teste de ficar sem tomar leite. Sei que é cedo, mas espero que o resultado seja proveitoso, estou confiante, afinal deixei de ser uma criança faz tempo!

    Curtir

      1. De acordo com o artigo KEFIR: UMA NOVA FONTE ALIMENTAR FUNCIONAL? após uma fermentação de 36 horas o Kefir apresenta uma queda no teor da lactose e atinge valores abaixo do valor limite que pode ser consumido por indivíduos intolerantes à lactose.

        Curtir

      2. Oi Leonardo,
        A minha questão é: a gente precisa mesmo consumir leite? Sempre existe uma alternativa a ele e, pessoalmente, não sinto nenhuma falta. Nunca gostei do sabor do leite, não acho que seja uma bebida ética, porque a produção industrial de leite é horrorosa, e não vejo nenhuma utilidade do leite na cozinha. Em relação ao kefir, existe aquele cultivado em água. Em relação ao cálcio, segundo informações de médicos e nutricionistas que entrevistei e conheço, tem um monte de fonte vegetal com melhor biodisponibilidade deste mineral, como o tahine.

        Curtir

  4. Excelente materia.
    Hj meu medico me disse isso. Ate então não sabia.
    Sempre tomei leite e derivados.
    Agora para o meu bem vou eliminar.
    Na última noite tive crises fortes de rinite. E pela manhã tomei cafe com leite. Hehehe.
    Ve se pode. Obrigado

    Curtir

  5. A Sinusite alérgica me deixava três vezes ao ano de cama, uma srnsbaea base de Amoxilina e dipirona pra baixar a febre altíssima. Até que mudei minha alimentação! Me tornei vegetariana e cortei os laticínios por um longo período. O resultado disso tudo foi o fim das crises e o fim de vários mal estares que eu tinha diariamente e não tinha explicação médica.
    De vez em qndo como um queijo mais calórico, leite e logo bem a formação excessiva do muco. Mas tudo contornavel com uso de Própolis Verde.
    A fritura tb é um agente nocivo, evito ao máximo.

    Curtido por 1 pessoa

  6. Eu tenho rinite forte, e ela ataca sempre 2 dias depois que eu como muito chocolate.

    Com relação a derivados de leite não posso afirmar pois diariamente meu café da manhã é composto por 2 pães de queijo e café e isso não desencadeia crises de rinite.

    Acredito que cada organismo é diferente um do outro.

    Curtir

    1. A questão não é a crise em si, mas diminuir o catarro acumulado. Tenho rinite e sinusite e a 1 semana parei de consumir leite e seus derivados, estou 60% melhor, e creio que ainda vou melhorar mais..
      Abraços.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s